Seja bem-vindo à biblioteca Eva Furnari

Ao completar 30 anos de carreira, depois de ter seus livros publicados e republicados por várias editoras, Eva Furnari recebeu convite, e o aceitou, para ser autora exclusiva da Editora Moderna – o que lhe dará fôlego criativo para trabalhar com um projeto editorial de sua “biblioteca” nessa casa editorial. Assim, de 2010 em diante, a criação de novos títulos ocorre simultânea à reformulação e relançamento de obras que vêm de outras editoras ou que estavam fora de catálogo.

Além de dois livros clássicos como a famosa Bruxinha Zuzu e Assim assado, a Biblioteca Eva Furnari reúne também novas e premiadas obras, como Drufs e edições reformuladas, como Cacoete e Bililico.

“Ganhei muitos prêmios, mas considero que o maior prêmio de todos é saber que uma criança se emocionou e se divertiu com minhas histórias e desenhos”.
Eva Furnari


Eva Furnari: Uma escritora do mundo

Eva tem um estilo especialmente lúdico, onde cria histórias fantásticas que existem apenas na imaginação. Dá nomes pouco convencionais aos personagens que vivem num universo bem maior do que ela mesma.

“Se eu fosse colocar [meu trabalho] numa ordem [de importância], em primeiro lugar viria a observação, depois a imaginação e a memória. Eu acho que a observação é fundamental no trabalho do escritor, porque na verdade o ser humano é nossa matéria-prima, é daí que sai o que caracteriza a literatura, o drama, o conflito, a superação etc. A imaginação também é importante, pois é a maneira de falar através de metáforas, de falar da realidade de modo simbólico. Essa ponte com a imaginação, essa facilidade de entrar em contato com ela, isso exige certo treino, acho que é fundamental criar situações novas, engendrar enredos, personagens... É uma ponte com o próprio inconsciente, até com os deuses, para fazer uma matéria disso, algo que se condensa na realidade. Já a memória, acho que [...] é uma coisa ampla, pois você pode ter tanto memória de fatos, de dados, ocorrências, quanto pode ter memórias afetivas, sensações, emoções, por exemplo.”
Eva Furnari

(Trecho de entrevista concedida a Marcelo Maluf em 11/2/2009 http://www.labirintosnosotao.com/2009/02/conversas-no-sotao-entrevista-com-eva.html)

Eva Furnari

Lançamentos

Clique sobre o livro para navegar pelo seu conteúdo.

Eva Furnari por aí

Contador de páginas