Material para o professor

    Uma história de rabos presos

    Série O Reizinho Mandão

    Autor: Ruth Rocha
    Ilustração: Carlos Brito

    Sobre o livro

    Sabem o que é rabo preso? É quando uma pessoa faz uma coisa ruim e uma outra pessoa sabe. A que aprontou nunca vai poder fazer nada contra a outra. A que conhece o segredo acaba conseguindo vantagens para si mesma. Daí por diante toda falcatrua que um fizer o outro defende.
    Em Egolândia, um lugar muito pequeno que ficava para lá do fiofó do mundo, quase todo mundo tinha o rabo preso, principalmente os ricos e os políticos, que muitas vezes eram as mesmas pessoas (não só em Egolândia, infelizmente...). Era favor do prefeito para o coronel, do coronel para o prefeito, do vereador para o secretário, e assim por diante.
    E não é que um dia começaram a nascer rabos nas pessoas que tinham rabos presos? Isso mesmo: rabos! Durante a campanha eleitoral eram tantos, mas tantos rabos enrolados uns nos outros, no meio da praça, que foi se formando um verdadeiro bolo de gente, impossível de desfazer...
    Um dos livros mais amalucados da Ruth Rocha, Uma história de rabos presos é uma sátira política ímpar, escrita para o leitor, entre outras coisas, rolar de rir.
     

    Prêmio Jabuti - Melhor livro infantil, 1990

    Conheça mais

    Detalhes da obra

    • Salamandra
    • ISBN 9788516081607
    • Código do produto: 12081607
    • Indicação 4º Ano (EF1), 5º Ano (EF1),
    • Assunto Autoritarismo, Crítica social,
    • Tema complementar Educação em direitos humanos,
    • Tipo de obra Ficção
    • Faixa etária A partir de 09 anos
    • Preço sugerido R$ 58,00

    Dados técnicos

    • Formato Impresso
    • Dimensões do produto 16,00 X 23,00
    • Número de páginas 40

    Leitura indicada para:

    Projeto Buriti 4ª edição

    Projeto Buriti

    Buriti Plus

    Projeto Presente 4ª Edição

    Sobre o autor

    Ruth Rocha

    Nascida em São Paulo, capital, em 1931, Ruth Rocha sempre viveu em São Paulo. Foi orientadora educacional e editora. Começou a escrever artigos sobre educação para a revista Cláudia, em 1967. Em 1969 começou a escrever histórias infantis para a revista Recreio. Em 1976 teve seu primeiro livro editado. De lá para cá publicou mais de cem livros no Brasil e vinte no exterior, em dezenove diferentes idiomas.