Material para o professor

    Reformulação

    Pedro Malasartes em quadrinhos

    Coleção Girassol

    Autores: Fernando Vilela, Stela Barbieri
    Ilustração: Fernando Vilela
    Edição: 2 ª Edição

    Reformulação

    Sobre o livro

    PEDRO MALASARTES FAZ PARTE DA VIDA DE MUITAS CRIANÇAS E ADULTOS POR ESTE BRASIL AFORA. IMPORTANTE PERSONAGEM DA CULTURA POPULAR
    BRASILEIRA, TEM HISTÓRIAS CONTADAS POR TODOS OS CANTOS, HISTÓRIAS CHEIAS DE HUMOR E COM SOLUÇÕES INESPERADAS. É UM PERSONAGEM COM APARÊNCIA DE HOMEM COMUM, MAS NÃO SE ENGANE, É MUITO ASTUTO E SAGAZ EM SUAS “ARTES”. 

    Conheça mais

    Detalhes da obra

    • Moderna Literatura
    • ISBN 9786557790021
    • Código do produto: 120001058
    • Indicação 4º Ano (EF1), 5º Ano (EF1),
    • Assunto artimanha, enfrentamento de diversidades, esperteza,
    • Tema complementar Diversidade cultural,
    • Faixa etária A partir de 10 anos
    • Preço sugerido R$ 56,00

    Dados técnicos

    • Formato Impresso
    • Dimensões do produto 16,8 x 24x0,5
    • Número de páginas 64

    Sobre os autores

    Fernando Vilela

    Além de ilustrar e escrever livros, é artista plástico, ministra cursos, palestras e oficinas sobre arte e ilustração. Realiza muitas exposições no Brasil e pelo mundo afora. Gosta de desenhar e inventar histórias. Já ilustrou mais de vinte livros, dentre os quais Lampião e Lancelote , A toalha vermelha e Le chemin, de sua autoria. Recebeu muitos prêmios no Brasil (só em 2007, três Jabutis). No exterior, ganhou a menção honrosa Novos Horizontes do prêmio Jovem 2007, da Feira do Livro Infanto-Juvenil de Bolonha, na Itália.

    Stela Barbieri

    Stela Barbieri é artista plástica, educadora e contadora de histórias. Autora de livros como A menina do fio, que escreveu em parceria com Fernando Vilela, costuma realizar apresentações de contos da tradição oral. Como artista plástica, trabalha com diversos materiais, como látex, vidro, pigmentos, areia, cera de abelha e argila. Parte de formas orgânicas que, por meio de sua ação, vão se transformando em outra natureza corpórea. A partir de 1990, tem exposto regularmente em espaços institucionais, como museus e centros culturais no Brasil e no exterior. É diretora da Ação Educativa do Instituto Tomie Ohtake, responsável pela coordenação geral de cursos de formação de professores, equipe de atendimento ao público e publicações de apoio às exposições, além de oferecer cursos das várias linguagens artísticas para público em geral e especializado.