Material para o professor

    O dia em que choveu cinza

    Veredas

    Autor: Domingos Pellegrini
    Ilustração: Daniel Kondo

    Sobre o livro

    Para manter os preços no mercado internacional, o governo ordena a queima de grãos de café em imensas fogueiras, que fazem chover cinzas sobre Londrina, a "Capital do Café". Enquanto o fogo arde, um homem anda pela cidade com uma missão a cumprir. Dele depende uma vida, que carrega nos braços. Mas será que vale a pena esforçar-se tanto por um ser que nem ao menos sabe falar?

    Prêmios

    NOVA ESCOLA LISTA DOS 100 LIVROS IMPERDÍVEIS

    Conheça mais

    Detalhes da obra

    • Moderna Literatura
    • ISBN 851603531X
    • Código do produto: 12035310
    • Indicação 6º Ano (EF2), 7º Ano (EF2),
    • Assunto Amizade entre pessoas e animais, Solidariedade, Valores humanos,
    • Tema complementar Diversidade cultural, Saúde, Ética, Educação ambiental, Meio Ambiente,
    • Tipo de obra Ficção
    • Faixa etária A partir de 11 anos
    • Preço sugerido R$ 58,00

    Dados técnicos

    • Formato Impresso
    • Dimensões do produto 14,00 X 21,00
    • Número de páginas 72

    Leitura indicada para:

    Expedições Geográficas - 3ª Edição

    Projeto Araribá

    Expedições Geográficas - 2ª Edição

    Projeto Araribá Plus

    Sobre o autor

    Domingos Pellegrini

    Domingos Pellegrini nasceu em Londrina, no Paraná, em 1949, vivendo a infância durante o auge da cafeicultura, quando a cidade era chamada "a capital do café". Formado em Letras, foi repórter e publicitário, "aprendendo a observar e desenvolvendo a linguagem". Seu primeiro livro de contos, O homem vermelho, ganhou o prêmio Jabuti. Participou de muitas antologias e coletâneas de contistas brasileiros, e tem também publicados livros para jovens e crianças. Acumula em sua experiência passagens como ativista de teatro, política e imprensa infantil, que logo teve início, quanto ainda estava no ginásio, tendo se estendido até sua fase de universitário. Foi presidente do Comitê pela Anistia de Direitos Humanos no período de 1978/79. Como jornalista, foi repórter, redator e editor da Folha de Londrina, jornal Panorama, na cidade de Londrina entre 1968 e 1975.