Material para o professor

    Menino, cadê você?

    Coleção Girassol

    Autores: Fernando Vilela, Stela Barbieri
    Ilustração: Fernando Vilela
    Edição: 1 ª Edição

    Sobre o livro

     Neste livro-álbum dos premiados autores Fernando Vilela e Stela Barbieri, a frase que dá título ao livro nos faz acompanhar o universo imaginativo das crianças: o garoto ora está na caverna, ora na floresta; ora está enfrentando os mistérios do fundo do mar, ora brincando com o lobo. Será que é preciso sair de casa para viver tantas aventuras?

    Conheça mais

    Detalhes da obra

    • Moderna Literatura
    • ISBN 9788516123543
    • Indicação 1º Ano (EF1), Educação Infantil (EI),
    • Assunto brincadeira, família, imaginação,
    • Tema complementar Vida familiar e social,
    • Tipo de obra Ficção
    • Faixa etária A partir de 03 anos
    • Ano da última edição do livro 2020
    • Preço sugerido R$ 49,00

    Dados técnicos

    • Formato Impresso
    • Dimensões do produto 22,5 x 22,5
    • Número de páginas 32

    Sobre os autores

    Fernando Vilela

    Além de ilustrar e escrever livros, é artista plástico, ministra cursos, palestras e oficinas sobre arte e ilustração. Realiza muitas exposições no Brasil e pelo mundo afora. Gosta de desenhar e inventar histórias. Já ilustrou mais de vinte livros, dentre os quais Lampião e Lancelote , A toalha vermelha e Le chemin, de sua autoria. Recebeu muitos prêmios no Brasil (só em 2007, três Jabutis). No exterior, ganhou a menção honrosa Novos Horizontes do prêmio Jovem 2007, da Feira do Livro Infanto-Juvenil de Bolonha, na Itália.

    Stela Barbieri

    Stela Barbieri é artista plástica, educadora e contadora de histórias. Autora de livros como A menina do fio, que escreveu em parceria com Fernando Vilela, costuma realizar apresentações de contos da tradição oral. Como artista plástica, trabalha com diversos materiais, como látex, vidro, pigmentos, areia, cera de abelha e argila. Parte de formas orgânicas que, por meio de sua ação, vão se transformando em outra natureza corpórea. A partir de 1990, tem exposto regularmente em espaços institucionais, como museus e centros culturais no Brasil e no exterior. É diretora da Ação Educativa do Instituto Tomie Ohtake, responsável pela coordenação geral de cursos de formação de professores, equipe de atendimento ao público e publicações de apoio às exposições, além de oferecer cursos das várias linguagens artísticas para público em geral e especializado.