Material para o professor

    Autor: Mary Shelley
    Ilustração: Roteiro e ilustrações de Marion Mousse e Frédérique Voulyzé

    Sobre o livro

    Victor Frankenstein, cientista de Genebra, é recolhido do gelo pela tripulação de um navio a caminho do polo Norte. Atormentado, conta sua história ao capitão do navio: algum tempo antes, ele conseguira dar vida a uma criatura sobre-humana. Esta, porém, logo espalha o terror à sua volta...

    Prêmio FNLIJ - Altamente recomendável, Tradução/adaptação - Jovem, 2010

    Conheça mais

    Detalhes da obra

    • Salamandra
    • ISBN 9788516064075
    • Código do produto: 12064075
    • Indicação 7º Ano (EF2), 8º Ano (EF2),
    • Assunto Clássicos, Ficção científica, Quadrinhos,
    • Tema complementar Diversidade cultural,
    • Tipo de obra Ficção
    • Faixa etária A partir de 12 anos
    • Preço sugerido R$ 62,00

    Dados técnicos

    • Formato Impresso
    • Dimensões do produto 22,00 X 29,00
    • Número de páginas 144

    Leitura indicada para:

    Vereda Digital

    Araribá Plus - 5ª edição

    Sobre o autor

    Mary Shelley

    Filha de Mary Wollstonecraft e William Godwin, duas ilustres personalidades do mundo literário, Mary Shelley perde a mãe logo depois do nascimento. Sem a atenção do pai, ela cresce em Londres, num ambiente culto e anarquista, e recebe sólida formação cultural. Aos dezesseis anos, foge com o poeta Percy Shelley, casando-se com ele alguns anos depois. Juntos, viajam pela Itália e pela Suíça, onde conhecem lorde Byron. Por causa de uma aposta, Mary, aos vinte anos, escreve Frankenstein, ou O Prometeu moderno (1817). Enlutada pela perda de quatro filhos e, depois, pela morte acidental do marido, inicia em 1822 a publicação póstuma das obras dele, ao mesmo tempo que compõe biografias de escritores italianos. Em 1823, publica Valperga, que desagrada a crítica. Em 1826, lança seu segundo grande romance, O último homem, cuja ação se desenrola em 2073. Mary Shelley passa o resto da vida entre a Inglaterra, a França e a Itália e publica, entre outras obras, dois romances autobiográficos: Lodore (1835) e Falkner (1837).