Príncipe de Astúrias

O Titanic brasileiro

Veredas

Autor: Isabel Vieira

Edição: 1

Formato: Impresso

Ilustração: Designlândia

Faixa etária: A partir de 13 anos

Trabalho interdisciplinar: História, Português

Indicação: 8º Ano (EF2), 9º Ano (EF2)

Área: Ficção

Assunto: memória, mergulho, naufrágio, navegação

Temas contemporâneos: Ética

Dimensões do produto: 16 x 23 x 1

Número de páginas: 164

ISBN: 9788516091767

Moderna LiteraturaTruePortuguês BRDate of Addition:18/06/15

Leitura indicada para:

  • Araribá Plus - 5ª edição
  • Disciplina: Português (Araribá Plus 2019)

    Volume/Ano: 8º Ano

    Unidade/Capítulo: Unidade 01


    Disciplina: Português (Araribá Plus 2019)

    Volume/Ano: 9º Ano

    Unidade/Capítulo: Unidade 03


  • Projeto Araribá
  • Disciplina: Português

    Volume/Ano: 6º Ano

    Unidade/Capítulo: Unidade 01


    Disciplina: Português

    Volume/Ano: 7º Ano

    Unidade/Capítulo: Unidade 02


    Disciplina: Português

    Volume/Ano: 8º Ano

    Unidade/Capítulo: Unidade 02


    Disciplina: Português

    Volume/Ano: 8º Ano

    Unidade/Capítulo: Unidade 03


    Disciplina: Português

    Volume/Ano: 9º Ano

    Unidade/Capítulo: Unidade 03


  • Projeto Araribá Plus
  • Disciplina: Português (Araribá Plus)

    Volume/Ano: 6º Ano

    Unidade/Capítulo: Unidade 04


    Disciplina: Português (Araribá Plus)

    Volume/Ano: 8º Ano

    Unidade/Capítulo: Unidade 03


Sobre o Livro

Na madrugada de 5 de março de 1916, horas antes da escala que faria em Santos, o navio espanhol Príncipe de Astúrias chocou-se contra a Ponta da Pirabura, em Ilhabela, no litoral norte paulista, e em apenas cinco minutos desapareceu no mar. Foi o maior naufrágio da costa brasileira, quatro anos após a tragédia do Titanic, no Atlântico Norte, em 1912. Em uma mistura de ficção e realidade, Isabel Vieira apresenta a história de Mariana e Emilio, dois jovens que acabam se envolvendo em um romance de verão. Ele, argentino que chega à Ilhabela para ter mais informações sobre o naufrágio do navio que trazia seu avô. Ela, paulistana que estava ajudando na arrumação da casa da bisavó e descobre um diário de sua trisavó, também de nome Marianna, que vinha da Espanha no Príncipe de Astúrias.

Conheça outros títulos da série

Contador de páginas