Projeto Presente
Entrar | Cadastrar
Bem-vindo(a), .
Minhas Informações|
Livro Interdisciplinar
1º Ano
Atividades
Língua Portuguesa
Atividades e Avaliações
Programa de Leituras
Matemática
Atividades e Avaliações
Programa de Leituras
Ciências Naturais
Atividades e Avaliações
Programa de Leituras
História
Atividades e Avaliações
Programa de Leituras
Geografia
Atividades e Avaliações
Programa de Leituras
Arte
Atividades e Avaliações
Programa de Leituras
Material Multimídia
9788516058333.jpg

Nada neste bolso, tudo neste outro
Autor: Marcelo Cipis
Trabalho interdisciplinar: Arte, Português
Área: Ficção
Temas relacionados: Pluralidade Cultural
Formato: 17,00 X 24,00
Número de páginas: 48
ISBN: 9788516058333
Preço sugerido: R$ 44,00
Sobre a obra
Nestor é um aprendiz de mágico, mas que já consegue fazer algumas coisas aparecerem e desaparecerem: faz um coelho sumir de sua cartola, faz um punhado de moedas aparecerem na sua mão, e consegue mesmo, em seu número mais complexo, fazer seus próprios sapatos flutuarem. Ocorre, no entanto, que, como o autor do livro bem nos adverte, e como facilmente podemos imaginar, esses eventos são na realidade conhecidos truques -- será que existe magia de verdade, mas de verdade mesmo? Dela, Nestor nada sabe, até que um belo dia, ao começar um número com um previsível nada nesse bolso, nada no outro, eis que ele encontra em um deles um poderoso mago de verdade -- o diminuto Serafim. E, bem, eis que Serafim fará com que Nestor passe por alguns apuros: vai transformá-lo em peixe, casa, flamingo, astronauta, em uma seqüência de cômicas e curiosas mutações, até finalmente trazê-lo de volta, atordoado, à sua forma natural.

 
Sobre o autor
Marcelo Cipis
Marcelo Cipis sempre teve uma queda pelo desenho. Quando pequeno freqüentou o curso livre de criação da FAAP, sob orientação de Naum Alves de Souza, e também a escolinha de arte de Fanny Abramovich. Graduou-se arquiteto pela FAU-USP em 1982 e, desde 1977, começou a trabalhar em sociedade com seu irmão, Milton Cipis, fazendo ilustrações inicialmente para a revista Recreio, dirigida na época por Ruth Rocha. Marcelo desenhava, criando as cenas e as figuras, e Milton as coloria. Logo depois, começou a fazer ilustrações para o mercado editorial em geral, como para as revistas Cláudia, Exame, Veja, Coleguinha, AZ, entre outras, e os jornais Jornal da Tarde, Folha de S. Paulo etc. Em 1982, ao se formar na FAU, Marcelo realizou uma viagem para a Europa e lá conheceu, através de visitas a museus e galerias, a profissão do artista plástico, que o atraiu muito, principalmente porque naquele momento ele estava se deparando com a questão da realização de um trabalho encomendado. Preferia fazer um trabalho próprio, não encomendado. A atividade de ilustrador continuou a ser feita paralelamente à de artista plástico e, a partir de 1982, ingressou em vários salões de arte e exposições coletivas, até expor individualmente pela primeira vez na Galeria Documenta, em São Paulo, em 1988. A atuação como ilustrador entrava em conflito com a de artista plástico; parecia que uma coisa não podia conviver com a outra.
Livro Interdisciplinar 1º Ano
Língua Portuguesa
Matemática
Ciências Naturais
História
Geografia
Arte
Materiais Multimídia
Revista Presente
Conheça os Livros Eventos
© Editora Moderna 2013. Todos os direitos reservados.