Material para o professor

    O pescador e a mãe-d'água

    Série Sete Mares

    Autor: Ana Maria Machado
    Ilustração: Igor Machado

    Sobre o livro

    Nas noites de lua cheia, o pescador encontra a mãe-d'água, mulher linda e misteriosa. Enquanto ele pesca uma infinidade de peixes, ela canta e chora. Os dois resolvem se casar, mas ela o faz prometer que jamais falaria mal do mar. Os dois vivem muito bem, felizes em sua bela casinha. Entretanto, toda noite de lua cheia, ela continua a cantar e a chorar. No início, o pescador respeita os sentimentos da esposa, mas depois começa a se irritar, a beber, até que vai procurar outras mulheres para se consolar. E acaba falando mal do mar. Ah! Para que ele foi fazer isso? A mãe-d'água se foi em direção ao mar, entrou na água e nunca mais ninguém a viu ou ouviu.
     

    BIBLIOTECA DE MUNIQUE SELECIONADO PARA O CATÁLOGO
    WHITE RAVENS 2009, ALEMANHA

    FNLIJ CATÁLOGO DE BOLOGNA, 2009"
     

    Conheça mais

    Detalhes da obra

    • Moderna Literatura
    • ISBN 9788516060374
    • Código do produto: 12060374
    • Indicação 4º Ano (EF1), 5º Ano (EF1),
    • Nível de leitura Fluente
    • Assunto Aventura, Seres Fantásticos, Supense,
    • Tema complementar Pluralidade Cultural,
    • Tipo de obra Ficção
    • Faixa etária A partir de 09 anos
    • Gêneros Textos narrativos,
    • Preço sugerido R$ 54,00

    Dados técnicos

    • Formato Impresso
    • Dimensões do produto 20,50 X 24,00
    • Número de páginas 32

    Leitura indicada para:

    Projeto Presente 4ª Edição

    Sobre o autor

    Ana Maria Machado

    Ana Maria Machado nasceu no Rio de Janeiro em 1941. Tem quase 40 anos de carreira, mais de cem livros publicados no Brasil e em mais de 17 países, somando mais de 18 milhões de exemplares vendidos.
    Ficou conhecida como escritora, tanto pelos livros voltados para adultos como aqueles voltados para crianças e jovens. Em 1993, tornou-se hors-concours dos prêmios da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ). Em 2000, ganhou o prêmio Hans Christian Andersen, considerado o prêmio Nobel da literatura infantil mundial. E em 2001, a Academia Brasileira de Letras lhe deu o maior prêmio literário nacional, o Machado de Assis, pelo conjunto da obra.