Material para o professor

    O diabo na garrafa

    Autor: Robert Louis Stevenson
    Ilustração: Daniel Bueno
    Edição: 1 ª Edição

    Sobre o livro

     Há bem pouco tempo, as economias de Keawe não somavam mais do que cinquenta dólares, e eis que, inesperadamente, ele se torna o dono da casa mais bonita e requintada da região. Como isso aconteceu? A resposta estava numa garrafa miraculosa que o jovem havia comprado e que fazia com que o diabo permanecesse a serviço daquele que fosse seu dono, em troca de ganhar sua alma no momento da morte.  Em O diabo na garrafa, Robert Louis Stevenson explora o tema arquetípico da venda da alma ao diabo, presente tanto em contos populares como em clássicos da literatura, como Fausto, de Goethe. 

    Conheça mais

    Detalhes da obra

    • Salamandra
    • ISBN 9788516105754
    • Código do produto: 12105754
    • Indicação 6º Ano (EF2), 7º Ano (EF2), 8º Ano (EF2),
    • Assunto altruísmo, pobreza, prosperidade, tentação,
    • Tema complementar Diversidade cultural, Pluralidade Cultural,
    • Tipo de obra Ficção
    • Faixa etária A partir de 11 anos
    • Ano da última edição do livro 2017
    • Preço sugerido R$ 60,00

    Dados técnicos

    • Formato Impresso
    • Dimensões do produto 16,8 x 24 x 0,5
    • Número de páginas 64

    Sobre o autor

    Robert Louis Stevenson

    Nasceu em Edimburgo, na Escócia. Foi um conhecido autor de romances, poeta e também autor de roteiros de viagem britânicos. Aqui no Brasil suas obras mais conhecidas são A ilha do tesouro e O médico e o monstro. Em 1880 casou-se com uma mulher norte-americana em São Francisco, nos Estados Unidos. Voltou para a Inglaterra, onde residia anteriormente, com a esposa e um enteado. Sua saúde, entretanto, era frágil. No ano seguinte foi internado num sanatório na Suíça, para tratar de sua tuberculose, da qual sofria há anos. Tornou-se famoso ao escrever, em 1886, O estranho caso de Dr. Jekyll e Sr. Hyde (O médico e o monstro), que, desde sua primeira publicação, nunca deixou de ser editado e traduzido em todo o mundo. Morreu prematuramente, aos 44 anos, nas Ilhas Samoa, onde passara a residir. Deixou um legado literário importante.