Material para o professor

    Duas histórias muito engraçadas

    Coleção Girassol

    Autor: Joel Rufino dos Santos
    Ilustração: Daniel Kondo

    Sobre o livro

    · A primeira história muito engraçada: "O burro falante" Um fazendeiro vai à feira comprar um burro. Um cigano lhe oferece um burro que fala. Custa uma verdadeira fortuna, mas o fazendeiro nem hesita, leva-o para casa. O burro, porém, não abre a boca para dizer coisa alguma. Desgostoso, o dono resolve devolvê-lo ao cigano. No caminho, encontra uma cobra. "Vou jogar na cobra", diz ele, pensando em ficar rico no jogo do bicho. É então que o burro começa a falar e o aconselha a jogar no coelho. O fazendeiro, deslumbrado, aposta tudo o que tem no coelho. Mas dá é cobra mesmo. O homem fica furioso e o burro, despeitado: "Já faço muito em falar. Ainda queria que eu acertasse o bicho?" · A segunda história muito engraçada: "Mania de trocar" Um roceiro, irritado porque a seleção do Brasil empata um jogo na Copa do Mundo, põe culpa no rádio e resolve trocá-lo por um burro. Mas o burro é muito burro e ele o troca por um pato que bota moedas de ouro; ou melhor, botou uma vez só e nunca mais. Vai, de novo, o roceiro fazer suas trocas: o pato por uma viola, a viola por um cavalo e finalmente o cavalo por ... um rádio. O seu velho rádio de volta! Mas, esperem: acabam de anunciar que um novo jogo vai começar...
     

    PNBE INCLUÍDO EM 2005
     

    Conheça mais

    Detalhes da obra

    • Moderna Literatura
    • ISBN 8516031683
    • Código do produto: 12031683
    • Indicação 1º Ano (EF1), 2º Ano (EF1), 3º Ano (EF1), 4º Ano (EF1), 5º Ano (EF1),
    • Assunto Ambição Humana, Esperteza,
    • Tema complementar Pluralidade Cultural, Ética,
    • Tipo de obra Ficção
    • Faixa etária A partir de 06 anos
    • Preço sugerido R$ 53,00

    Dados técnicos

    • Formato Impresso
    • Dimensões do produto 17,00 X 24,00
    • Número de páginas 32

    Sobre o autor

    Joel Rufino dos Santos

    Nasceu no Rio de Janeiro, em 1941, e viveu cerca de dez anos em São Paulo. Historiador de origem, durante anos lecionou em cursinhos preparatórios para vestibular, retornando à Universidade Federal do Rio de Janeiro com a anistia aos cassados pelo regime militar (1978), onde lecionou Literatura Brasileira por mais de vinte anos. Foi exilado na Bolívia e no Chile. Publicou mais de cinqüenta livros e por sua obra literária recebeu inúmeros e importantes prêmios. Faleceu em 4 de Setembro de 2015.