Material para o professor

    Sobre o livro

    A obra apresenta os doze contos do livro Brás, Bexiga e Barra Funda - Notícias de São Paulo, três contos de Laranja da China ("O mártir Jesus", "O aventureiro Ulisses" e "O tímido José") e dois avulsos ("Miss Corisco" e "Apólogo brasileiro sem véu de alegoria"). É uma amostra significativa da produção literária de Antônio de Alcântara Machado, o principal contista da primeira fase do Modernismo. Seus contos apresentam uma ampla galeria de personagens, em que o imigrante italiano é presença constante, mas não única. Há tragédias, como em "Gaetaninho" e "O monstro de rodas"; crimes passionais, como em "Amor e sangue", mas também crítica social, em "A sociedade", e sátira e humor, em "Tiro-de-guerra nº 35" e "Miss Corisco".

    Conheça mais

    Detalhes da obra

    • Moderna Literatura
    • ISBN 9788516103132
    • Código do produto: 12103132
    • Indicação 3º Ano (EM), 2º Ano (EM), 1º Ano (EM),
    • Tema complementar Ética,
    • Tipo de obra Ficção
    • Faixa etária A partir de 15 anos
    • Preço sugerido R$ 37,00

    Dados técnicos

    • Formato Impresso
    • Dimensões do produto 16 x 23 x 0,7
    • Número de páginas 96

    Sobre os autores

    Douglas Tufano

    Douglas Tufano nasceu em São Paulo. É formado em Letras e Pedagogia pela USP. Foi professor efetivo da rede oficial de ensino de São Paulo e trabalhou também em escolas particulares, tendo lecionado Português, Literatura Brasileira e História da Arte. Atualmente, ministra cursos de capacitação para professores de todo o Brasil a convite de Secretarias de Educação e instituições particulares de ensino. É autor de vários livros didáticos e paradidáticos, publicados pela Editora Moderna.

    Antonio de Alcântara Machado

    Antônio de Alcântara Machado nasceu em 1901, em São Paulo, e faleceu em 1935. Em 1913, fez sua primeira viagem à Europa e, em 1919, começou a cursar a faculdade de Direito de São Paulo. Em 1921, publicou seu primeiro artigo de crítica literária em "O Jornal do Comércio", edição paulista, iniciando precocemente sua carreira de jornalista. Escreveu crônicas, lançou revistas literárias e publicou contos. Ao falecer, deixou inacabado o romance "Mana Maria".