Moderna Araribá
Entrar | Cadastrar
Bem-vindo(a), .
Minhas Informações|
Português » Programa de Leituras«Voltar
 
Português
Guia e Recursos Didáticos
Conteúdo Digital
Material Complementar
Programa de Leituras
Matemática
Guia e Recursos Didáticos
Conteúdo Digital
Material Complementar
Programa de Leituras
Ciências
Guia e Recursos Didáticos
Conteúdo Digital
Material Complementar
Programa de Leituras
História
Guia e Recursos Didáticos
Conteúdo Digital
Material Complementar
Programa de Leituras
Geografia
Guia e Recursos Didáticos
Conteúdo Digital
Material Complementar
Programa de Leituras
Projetos Colaborativos
Ajuda
Banco de Questões
obed.jpg

A droga da obediência
Autor: Pedro Bandeira
Ilustração: Hector Gomez
Faixa etária: A partir de 11 anos
Trabalho interdisciplinar: Português
Área: Ficção
Assunto: Aventura adolescente, Mistério policial
Temas relacionados: Saúde, Ética
ISBN: 9788516073824
Preço sugerido: R$ 30,90
Sobre a obra
A Droga da obediência foi escrita em 1983 inspirada por uma brutal dor de cabeça chamada Cefaléia de Horton. Certa madrugada, acordei com uma crise violenta e, enquanto lágrimas de dor deslizavam-me pela face, fiquei pensando como era injusto aquele sofrimento: a injeção que fazia cessar imediatamente as crises deixara de ser fabricada pelo laboratório farmacêutico! E ali estava eu, sofrendo e chorando, porque alguém lá da tal indústria, por interesses comerciais ou de qualquer outra ordem que fosse, determinara que eu sofresse e chorasse! Fiquei pensando, então, que há várias maneiras de se exercer o poder: um laboratório que é capaz de controlar a duração e a intensidade das dores humanas é mais poderoso do que um exército! Assim, um invento químico conseguiria também anular a vontade! Dominar as mentes! A humanidade seria regulada pelo uso de drogas, os desejos seriam reprimidos, os protestos, abafados! E a obediência absoluta seria imposta! Pensei também: mas será que isso é apenas ficção? Será que tudo isso já não está acontecendo atualmente com a jovem humanidade drogada, vagando como idiotas semimortos, sem fé no futuro, sem fé em si mesmos e já sem a força e a garra de que tanto precisamos? Seria também impossível não somar, a essas inspirações sinistras, toda uma história pessoal de vida permeada pela exortação à obediência, à disciplina, à aceitação passiva de um mundo comandado de cima para baixo, em um país esmagado pela tutela insana de um autoritarismo violento, como acontecia com o meu País, o meu Brasil, dominado e controlado havia anos por uma ditadura militar. Assim nasceu A Droga da Obediência. Não é importante gostar do livro ou concordar com ele. É importante pensar no assunto. Ai, quem me dera que um mundo de jovens de órbitas vazias fosse apenas ficção! PS: Felizmente, desde 1991 a dor de cabeça desapareceu. Mas o livro que ela inspirou continua mais do que vivo!
Sobre o autor
Pedro Bandeira
Nasceu em Santos, em 1942. Trabalhou em teatro profissional como ator, diretor e cenógrafo. Foi redator, editor e ator de comerciais de televisão. A partir de 1983 tornou-se exclusivamente escritor. Sua obra, direcionada a crianças e jovens, tem ganhado diversos prêmios, como Jabuti, APCA, Adolfo Aizen e Altamente Recomendável, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil. Já vendeu mais de 20 milhões de exemplares de seus livros.
© Editora Moderna 2013. Todos os direitos reservados.