Moderna Araribá
Entrar | Cadastrar
Bem-vindo(a), .
Minhas Informações|
História » Programa de Leituras«Voltar
 
Português
Guia e Recursos Didáticos
Conteúdo Digital
Material Complementar
Programa de Leituras
Matemática
Guia e Recursos Didáticos
Conteúdo Digital
Material Complementar
Programa de Leituras
Ciências
Guia e Recursos Didáticos
Conteúdo Digital
Material Complementar
Programa de Leituras
História
Guia e Recursos Didáticos
Conteúdo Digital
Material Complementar
Programa de Leituras
Geografia
Guia e Recursos Didáticos
Conteúdo Digital
Material Complementar
Programa de Leituras
Projetos Colaborativos
Ajuda
Banco de Questões
castelo.jpg

As batalhas do castelo
Autor: Domingos Pellegrini
Ilustração: Rogério Borges
Faixa etária: A partir de 13 anos
Trabalho interdisciplinar: Arte, História, Literatura, Português
Área: Ficção
Assunto: Ideais comunitários, Novela histórico-medieval
Temas relacionados: Saúde, Pluralidade Cultural, Ética
ISBN: 9788516078225
Preço sugerido: R$ 31,50
Sobre a obra
"Mais ou menos lá pelo meio da Idade Média" um bobo da corte recebe de herança do rei um castelo abandonado - e também os doentes e aleijados do reino como súditos... Começa assim este romance de heróis estranhos - e, na realidade, tão comuns - que lutam por uma vida melhor com armas muito atuais, como o trabalho, o companheirismo, a confiança e a criatividade, para vencer a fome e a peste.
Sobre o autor
Domingos Pellegrini
 Domingos Pellegrini nasceu em Londrina, no Paraná, em 1949, vivendo a infância durante o auge da cafeicultura, quando a cidade era chamada "a capital do café". Formado em Letras, foi repórter e publicitário, "aprendendo a observar e desenvolvendo a linguagem". Seu primeiro livro de contos, O homem vermelho, ganhou o prêmio Jabuti. Participou de muitas antologias e coletâneas de contistas brasileiros, e tem também publicados livros para jovens e crianças. Acumula em sua experiência passagens como ativista de teatro, política e imprensa infantil, que logo teve início, quanto ainda estava no ginásio, tendo se estendido até sua fase de universitário. Foi presidente do Comitê pela Anistia de Direitos Humanos no período de 1978/79. Como jornalista, foi repórter, redator e editor da Folha de Londrina, jornal Panorama, na cidade de Londrina entre 1968 e 1975.
© Editora Moderna 2013. Todos os direitos reservados.